(45) 3035.1801 viaggiturismo@viaggiturismo.com.br

Descubra os tesouros da Índia

Rota recorrente de desbravadores e casa de nomes inspiradores como Buda Shakyamuni e Mahatma Gandhi, a Índia é um lugar pitoresco, místico e abundante. Colorido, animado e em constante movimento, o país de mais de um bilhão de habitantes pulsa em ritmo desenfreado. Dona de tesouros milenares, histórias surreais, cultura e paisagens deslumbrantes, a Índia é um diamante bruto para os viajantes. Lapidar essa joia do continente asiático é um desafio, cuja recompensa ultrapassa qualquer expectativa do visitante.

Triângulo Dourado

Uma rota perfeita para vivenciar toda a modernidade, tradição e cultura indiana. Entre a capital Nova Déli e as cidades de Agra e Jaipur, conhecida como “Triângulo de ouro” ou Triângulo Dourado”. a rota traça um triângulo perfeito entre as três cidades, situadas a noroeste do país. Ao sul da Cordilheira do Himalaia, a rota concentra verdadeiras joias da história, como o famoso Taj Mahal, além de ser um exemplo do dinamismo, aromas e valores da Índia.

Nova Déli, onde tudo acontece

Multicultural, frenética e vibrante, a capital indiana é o estereótipo que a maioria dos ocidentais têm do país. Em um movimento constante entre o tradicional e o moderno, Nova Déli é cosmopolita, fervilhante e extremamente contemporânea. Por toda a cidade, que parece viver um horário de rush constante com sua vida agitada, há cafés, restaurantes, lojas e bares. Mulheres indianas vestidas com sáris coloridos e bolsa de marca contrastam com executivos de terno e moradores de rua, de castas inferiores, que têm nos pedidos de esmola seu único sustento.

Centro administrativo do país desde 1947, a Índia foi colônia britânica por um longo tempo. A influência inglesa está presente desde o idioma – o inglês é uma das línguas oficiais – até a mão inglesa do trânsito.  A ideia de que tudo acontece junto é percebida no tráfego, com carros, ônibus, táxis, riquixás, bicicletas e quem sabe elefantes transitando no meio da rua.

A rua mais antiga da cidade, a Chandni Chowk é repleta de tendas e pessoas fazendo compras, restaurantes e templos religiosos – uma espécie de “25 de março”. Nela está situado o Red Fort, um dos complexos arquitetônicos mais importantes do país. O Connaught Place é outra área de comércio, em formato circular, que fica próxima ao Cinema Regal – lugar ideal para assistir uma obra de Bollywood.

Agra, pérola indiana

Casa do imponente Taj Mahal, Agra está localizada a cerca de duas horas de Nova Déli. A cidade era a capital do império mongol na Índia e falar sobre Agra é contar uma intensa história de amor. História que culminou na construção do mausoléu considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno!

Erguido entre 1630 e 1652, o Taj Mahal é uma homenagem à esposa preferida do imperador mongol Shah Jahan. Princesa persa que mudou de nome para Mumtaz Mahal e morreu durante o parto do 14º filho. Em sua homenagem, o imperador reuniu os melhores artesãos e construtores do mundo em Agra. Erguendo uma das obras mais impressionantes da história da humanidade. Incorporando tradições mongóis, persas, do islão e da Índia, cada detalhe foi pensado de forma simétrica. Incluindo o prédio principal feito de mármore incrustado de pedras preciosas.

O jardim ao redor do mausoléu completa a majestosa construção. Com 16 seções de canteiros e o tanque central que reflete a imagem da construção. Além do Taj Mahal, Agra conta com outras edificações históricas. Como o Agra Fort, um palácio que serviu de abrigo para governantes do império Mongol. O Akba’rs Mausoleum – mausoléu do maior imperador mongol, avô de Shah Jahan. E o Fatehpur Sikri, antiga capital do império mongol a 40 km de Agra.

Jaipur, a “Cidade Rosa”

Capital do estado de Rajastão, Jaipur é o mais aproximado do imaginário indiano que é vendido na televisão. Preferida pelos diretores de cinema, ou de telenovela, como “Caminho das Índias”, em Jaipur há elefantes e encantadores de serpentes. Famosa por ser casa de marajás, a cidade é conhecida como “Cidade Rosa” pela cor dos prédios e casas.

O governo renova a pintura da cidade, que está mais para terracota do que rosa, a cada 1º anos. Há muitas lendas sobre o motivo da pintura, alguns guias dizem que a cor rosa representa a hospitalidade de Jaipur. A história conta que a cidade foi pintada pela primeira vez para receber a visita do príncipe de Gales.  Que viria a ser o futuro rei Eduardo VII, durante visita à cidade em 1876.

O Hawa Mahal (Palácio dos ventos) tem 953 janelas e mais parece uma grande colmeia lapidada em arenito rosa. S jenlas permitiam que as mulheres do harém do marajá observassem as ruas sem serem vistas. Do palácio é possível ver o Jantar Mantar um observatório astronômico com grande acervo de instrumentos. O Albert Museum, com grande acervo histórico da região, e o Amber Fort, a 11 km do centro da cidade são atrações imperdíveis em Jaipur.

Descubra os tesouros da Índia com a Viaggi Turismo! Faça a rota do Triângulo Dourado com pacote incluindo hospedagem com café da manhã, guia em espanhol, traslados e seguro viagem!

Contate um de nossos consultores e saiba mais!

Mande seu comentário!