(45) 3035.1801 viaggiturismo@viaggiturismo.com.br

PETAR: cavernas e cachoeiras em um parque maravilhoso

Se você está em busca de um lugar incrível com paisagens de tirar o fôlego, o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR) pode ter tudo o que você procura. Localizado no Estado de São Paulo, na divisa com o Paraná, o parque é uma das Unidades de Conservação mais importantes do mundo.

O PATAR abriga uma média de 300 cavernas fantásticas, mas somente 12 delas são abertas para o público em geral. Um detalhe que chama atenção de quem visita o parque é a descoberta de que a maior parte da Mata Atlântica do Brasil está abrigada no local. São cerca de 35 mil hectares preservados. E, além das cavernas, o local conta com cachoeiras maravilhosas, sendo reconhecido como patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) 

Atrações do PETAR

Situado a 340 km de São Paulo e a 185 km de Curitiba, entre as cidades de Apiaí e Iporanga, o PETAR é uma excelente opção para quem deseja explorar lugares incríveis e quase intocados, totalmente ao ar livre, junto a uma natureza esplêndida. 

As 12 cavernas abertas para o público são divididas por núcleos, sendo: Ouro Grosso, Santana, Casa de Pedra e Caboclos. Os acessos variam entre trilhas de fácil acesso e trilhas mais complexas e pesadas. A grande maioria dos passeios pelas cavernas do parque só pode ser feita com o acompanhamento de guias locais credenciados.

O que fazer no PETAR

Além da exuberância das cavernas, você pode se deparar com a vista de cachoeiras incríveis. Algumas delas, com mais de 70 metros de altura. A cachoeira da Caverna do Ouro Grosso, por exemplo, fica escondida no interior da caverna. Assim, é possível adentrar cachoeiras subterrâneas que escondem grandes surpresas e experiências incríveis.

É possível praticar esportes de aventura como rapel, boia cross, cascading, bike, além de algumas atividades como educação ambiental, fotografia e observação da natureza. 

O Parque também abriga inúmeras espécies de animais, incluindo mamíferos diversos e aves como Socó Boi Escuro e Gavião de Penacho. Também dá para encontrar espécies de bromélias, orquídeas e o Palmito Juçara, uma das linhagens mais importantes da Mata Atlântica.

Outras informações para visitar o PETAR

É importante lembrar que existem normas e regras que precisam ser respeitadas ao visitar o local, como o uso obrigatório de calças, camiseta com mangas (podem ser curtas) e tênis. É proibido ir de blusinhas, camisetas regatas e sandálias. Também é obrigatório o uso de equipamentos de segurança, como lanternas e capacetes para evitar acidentes, principalmente durante as visitas às cavernas.

Caso você queira descobrir como chegar ao parque, o site oficial conta com diversas dicas de apoio e maneiras fáceis de acesso. As principais vias para quem sai de São Paulo são pela Rodovia Régis Bittencourt e Castelo Branco ou Raposo Tavares.

O valor do ingresso (cobrado apenas nos Núcleos Santana, Caboclos e Ouro Grosso) é de R$ 16,00 por pessoa. Maiores de 60 anos e menores de 12 anos de idade são isentos. Já estudantes com comprovante escolar possuem 50% de desconto (ano base 2020).

É importante saber que as cavernas e demais atrativos possuem limite de pessoas por dia, então chegue cedo para garantir seu lugar! 

As atividades de visitação do local estão suspensas devido à pandemia, mas você pode se programar desde já para conhecer esse local incrível quando ele for reativado. Entre em contato com a Viaggi Turismo para planejar esse e outros passeios.

Mande seu comentário!